Imigrantes haitianas no Brasil, usos de TICs e experiências de ativismo

Resumen

O artigo tem como objetivo refletir sobre as dinâmicas de usos de TICs e de experiências de ativismo de mulheres haitianas no Brasil, no contexto de intensificação dos fluxos de imigração oriunda do Haiti a partir de 2010 e de surgimento de espaços comunicacionais de ações coletivas desse grupo migratório. Fundamentado no campo conceitual de interface entre migração transnacional feminina e comunicação, o trabalho proposto constrói-se a partir de uma metodologia de caráter qualitativo que abrangeu a realização de cinco entrevistas com imigrantes haitianas nos estados brasileiros de São Paulo e Santa Catarina e a observação e a coleta de materiais sobre suas experiências de ativismo na internet.Os resultados apontam para o exercício de um ativismo demarcado por três perspectivas: a relevância da educação nos processos de participação pública dessas mulheres,a ocupação e criação de espaços midiáticos para tratar da realidade da imigração haitiana no Brasil e os condicionamentos de gênero para o engajamento das imigrantes em ações ativistas.

https://doi.org/10.24137/raeic.7.13.2
PDF (PT)
EPUB (PT)
MOBI (PT)
PDF (ES)
EPUB (ES)
MOBI (ES)

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.